Conhecendo o tempo

Você ama pregar a palavra de Deus, mas tem dificuldades para preparar uma pregação? CLIQUE AQUI



conhecendo-tempoTexto chave: Romano 13:11
Introdução
Todas às vezes em que a Bíblia fala sobre avivamento e despertamento espiritual, observamos algo relacionado ao tempo. Pedro disse que nos últimos dias o Senhor derramaria do Seu Espírito sobre toda a carne (At 2.17)
Quero falar sobre o tempo em que estamos inseridos.


I. Algumas observações sobre o tempo
1.1 — Vivemos tempos difíceis
Isso foi exatamente o que disse Paulo em 2 Timóteo 3.1. Podemos destacar três fatos que acontecerão nesses últimos dias. O tempo será difícil, por causa: 1) da ridicularização de valores morais, éticos e cristãos; 2) coisificação e vulgarização do ser humano; e 3) da libertinagem e incredulidade

Estatística
No século passado, aconteceram fatos que marcaram a história dos Estados Unidos. A guerra civil naquele país matou 600 mil americanos; a Primeira Guerra Mundial, 125 mil; a Segunda Guerra Mundial, 600 mil; a guerra da Coréia do Norte, 56 mil; a guerra do Vietnã, 55 mil. Ao todo, cerca de um milhão e meio de americanos morreram nessas guerras.
Mas o aborto superou o número de vítimas nos Estados Unidos. Segundo a Center for Disease Control, somente nesse país, a média de abortos realizados por ano, entre 1998 e 2007, foi de 800 mil. Isso é vulgarizar vida do ser humano.
Em relação à vida, o que difere o óvulo fecundado de um bebê  recém -nascido é o tempo e a nutrição. Mesmo um minúsculo óvulo fecundado que passa de duas a três semanas em simbiose com a mãe, é considerado por Deus um ser vivo, O Senhor trata com a vida a partir da fecundação.
Ao anunciar o nascimento de Jesus a Maria, o anjo disse: E eis que e no teu ventre conceberas (Lc 1.3). Quer dizer: Jesus já era considerado por um ser humano por Deus a partir do momento em que foi concebido no ventre de sua mãe.

Notas culturais
Em 1989, provavelmente influenciados pela Queda do Muro de Berlim, no âmbito de discussão na área psicanalítica, um determinado grupo publicou um documento no qual ressaltava a seguinte afirmação: Nos não estamos vivendo uma inversão de valores; estamos vivendo uma demolição de valores”. Se o homem não tiver limites que corrijam o seu modo de vida, ele se tornará cada vez mais insaciável. Há quinze anos, a sociedade contestava a homossexualidade. Porém, se hoje alguém falar contra essa conduta pecaminosa, poderá ser processado.
Na Suécia, o berço do cristianismo, alguns segmentos da população não  acham nada demais um pai ter relações com a filha, apesar de ser proibido por lei. Caso o mundo continue nesse ritmo desenfreado, demolindo os valores, o Brasil em breve estará defendendo a pedofilia.
1.2— Vivemos tempos de apostasia
Apostasia é negar os fundamentos da fé. Além de não acreditar em Deus, o apóstata atribui a outros aquilo que Deus faz. Foi o que aconteceu a Israel, que adorou o bezerro de ouro (Êx 32.4) Paulo também disse que muitos apostatariam da fé dando ouvidos a doutrinas de demônios (1 Tm 4.1).
1.3 - - Vivemos tempos de frieza espiritual
Muitos cristãos permanecem indiferentes ao que Deus está fazendo, às necessidades do Reino, às necessidades dos irmãos e ao clamor dos pecadores. Há falta de compromisso e superficialidade espiritual. Muitos valorizam algo que não tem valor; não param para ouvir a Palavra, invertem as prioridades e perderam o temor de Deus. O salmista diz: Bem-aventurado o homem que teme ao Senhor (SI 112.1). E Paulo: Todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos de Deus (Hb 4.13).

Estatística
A Associação Billy Graham fez uma pesquisa com os cristãos do mundo ocidental em relação às ofertas e constatou: muitos gastam mais dinheiro comprando Coca-Cola, hambúrgueres e cachorros-quentes do que com ofertas. Isso quer dizer que somos capazes de empreender qualquer esforço para realizar os nossos interesses pessoais, mas não movemos uma palha para agir com liberalidade no Reino de Deus.
1.4 — Vivemos tempos de avivamento
Em Habacuque 3.2, o profeta clamou ao Senhor, pedindo avivamento no meio dos anos, a fim de não nos desvanecermos na caminhada. Precisamos de avivamento para ter uma nova visão missionária. Levantemos os olhos para ver os campos (Jo 4.35).
1.5 — Vivemos tempos de buscar a Deus
Este é o tempo de dedicarmo-nos mais ao Senhor; de buscá-lo enquanto o achamos (Is 55.6).

Conclusão
Não façamos parte do grupo dos cristãos apóstatas, espiritualmente frios Vivamos o tempo de avivamento de busca por Deus, sabendo que, quanto ao avivamento, o Espírito atua em três áreas: 1) salvação em grande escala (At 2.41); 2) manifestação de dons espirituais (iCo 12.7-11); 3) batismo no Espírito Santo (Lc 24.49;1 Co 12.13). Rogamos a Deus que sejam cheios do Espírito Santo.




Quer ir mais alem do que estudar esse Artigo e ter em sua disposição materiais de apoio que lhe ajudarão a preparar e elaborar suas pregações e estudos Biblicos?

Eu Mefibosete Bastos recomendo esse material que mais de 6500 pessoas já Adquiriram.
Um material voltado para Pregadores Iniciantes com videos explicativos e ebooks PDF
CLIQUE AQUI AGORA E CONFIRA O SUPER KIT MANUAL DO PREGADOR

Se Gostou, Compartilhe

FacebookTwitterGoogle+

9 blogger-facebook

Deus abencoe.

Muito bom e profundo

Parabéns pelas palavras Deus abençoe

Esta é uma mensagem que deve ser vista e ouvida, por muita pessoas.
Parabéns!

é maravilhoso aprender mais e mais da palavra do senhor

O tempo ´e o que basta !!!!

Excelente palavra, muito bem Aplicada com estatísticas e notas culturais bem apropriada com a mensagem. Parabéns!!


EmoticonEmoticon