Lições da vida do profeta Daniel



daniel-cova-dos-leoesINTRODUÇÃO

Daniel pertencia à família real (Daniel 1.3). Quando foi levado para servir ao rei de Babilônia tinha entre 12 e 16 anos. Existem muitos crentes que trabalham na obra de Deus negligentemente, e outros que julgam desnecessário se preparar para servir a Deus. Porém, para servir a um imperador pagão era preciso estar preparado física e intelectualmente.


EXEMPLO  É:

Tudo quanto pode ou deve ser imitado; modelo. Fato de que se pode tirar proveito ou ensino; lição.

I. ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA VIDA DE DANIEL:

1.1 — Acreditava que, com Deus, a vida seria melhor
Ele fez urna proposta ao chefe dos eunucos de não comer a comida (sacrificada aos deuses) que era servida na mesa do rei, pois cria que Deus se agradaria dessa sua atitude, e o abençoa ria (Daniel 1.8-2 1).
1.2 —Acreditava que Deus respondia às suas orações
Convocou os seus amigos para orar e confiou que Deus revelaria o sonho de Nabucodonosor (Daniel 2. 17,18).
1.3 - Acreditava que Deus esta no controle de todas as coisas (Daniel 2.21)
Este profeta reconheceu a soberania e a vontade absoluta de Deus para a sua vida.
1.4 —Acreditava que Deus revela aquilo que ninguém sabe (Daniel 2.22)
Este profeta reconheceu a onisciência de Deus, e glorificou-o acima de todos os deuses da Babilônia que não puderam revelar o sonho de Nabucodonosor.

II. DANIEL CONSTRUIU RELACIONAMENTOS PROFUNDOS:

2.1 — Encontrou-se com os seus companheiros (Daniel 2.17);
2.2 — Ele e os seus companheiros possuíam propósitos comuns de servir a Deus (Daniel 1.12);
2.3 — Ele e os seus companheiros compartilhavam dos momentos difíceis (Daniel 2.17,18);
2.4 — Ele e os seus companheiros compartilhavam as vitórias (Daniel 2.49).

III. DANIEL POSSUÍA VISÃO ESPIRITUAL:

3.1 — Viu o que ninguém conseguiu ver
Daniel viu que as iguanas do palácio eram oferecidas aos ídolos. Comê-las significava contaminar-se espiritualmente (Daniel 1.8).
3.2 — Viu o pior quando tudo parecia estar indo bem
Daniel viu que as iguanas do palácio contaminariam a sua vida espiritual e o seu relacionamento com Deus. E o Senhor agradou-se dessa decisão de não se contaminar (Daniel 1.9).
3.3 — Viu o melhor quando as coisas estavam ruins
Nabucodonosor não se lembrava do sonho, e ameaçou os magos de morte, mas Daniel orou e teve a revelação do Senhor (Daniel 2.1-45).
I
V. LIÇÕES QUE PODEMOS EXTRAIR DA VIDA DE DANIEL:

4.1 — Deus age em nosso favor
Deus abençoa o crente que luta por suas convicções (Daniel 1.9). Se o crente esforçar-se para ser fiel em tudo, Deus será fiel com ele, e lhe dará ajuda e graça necessárias para que a vontade do Senhor seja executada.
4.2 — Poderemos ser o melhor
Ao terminar os dez dias de dieta, Daniel estava com a melhor fisionomia e foi considerado dez vezes mais douto do que qualquer outro homem em todo o reino (Daniel 1.19,20).
4.3 — Ocupamos posições elevadas
Daniel se tornou governador do reino da Babilônia (Daniel 2.48). Deus engrandeceu-o tremendamente porque este profeta foi fiel, não comendo os manjares que eram oferecidos aos deuses babilônicos.

CONCLUSÃO

Se o crente tão-somente crer, confiar e permanecer fiel ao Senhor, verá todas as suas adversidades transformadas em bênçãos. Os príncipes pagãos da Babilônia mudaram o nome de Daniel, mas não conseguiram mudar o caráter dele. Mudaram o ambiente cultural ao redor dele, mas não conseguiram mudar sua convicção, fé e relacionamento com Deus. 

Autor: Pr. Silas Malafaia
Fonte: Livro Pregando poderosamente a palavra de Deus 

Leia ainda:



{ 0 Comentários... Ir para Caixa de Comentários }

Deixe seu comentário

 
MEFIBOSETE ESBOÇOS © 2012 | Template By Jasriman Sukri