Buscar a tua face é preciso

Você já imaginou como seria se Deus agisse como uma secretária eletrônica? Talvez fosse algo assim: “Se você quiser falar com Gabriel, aperte 1.
Para falar com Miguel, aperte 2.
 Para falar com qualquer outro anjo, aperte 3.
 Se quiser que Davi entoe um Salmo para você se sentir melhor, aperte 4.
Para falar com algum parente ou amigo que está aqui, digite a data de sua morte e ouça a seguinte lista com atenção. Para
fazer sua reserva na casa do pai, digite j-o-ã-o 3-1-6. “Para fazer perguntas sobre dinossauros ou sobre quantos anos a terra tinha na época da arca de Noé, você precisará esperar para chegar até aqui”.
A verdade é que Deus sempre está disponível. Você nunca ouve o sinal de ocupado, com Deus. Sempre podemos nos achegar livremente até ele. Bom, nós estamos num mês muito especial que é o mês de Setembro. Durante esse tempo até aqui,damos uma atenção especial ao nosso tema anual, bem como relacionar-se a crescer na graça e no conhecimento do Senhor. Neste mês, o nosso sub-tema é “Senhor, rasgue os céus e trabalhe em nosso favor”. Neste período, a partir do dia 05/09, começaremos 21 dias de jejum e oração. 

1.  Daniel é o nosso exemplo de um homem de oração. Quando o rei Nabucodonosor quis matar todos os magos e sábios do reino, Daniel organizou um encontro de oração. Ele sabia que havia força em números em relação à oração, sabia que era a hora de se reunir com seus amigos. E o Senhor Deus os respondeu, dando a Daniel o conhecimento do sonho e seu significado, e todos os magos e sábios do reino foram salvos. Já no capítulo 6, Daniel é um homem idoso. Ele havia sido bem-sucedido em causar uma boa impressão pessoal em todos os impérios pelos quais passou.

2. Daniel era um homem de influência. No reinado de Dario, ele era um oficial do topo, crescendo em influência. E mesmo depois de velho, ele ainda continuava sendo promovido, porque o rei tinha em mente torná-lo o número dois no reino. Ele era um homem de influência por causa de sua honestidade. Ele podia dormir todas as noites com a consciência tranqüila, porque:

3. Daniel tinha uma vida de integridade. A bíblia nos diz que ele se destacava entre os demais. Isso nos diz também que Daniel tinha um espírito excelente. Ele era um homem de integridade, porque honrar a Deus era sua prioridade. Seu coração era voltado para o Senhor. Entretanto, com o sucesso, vieram os problemas. O desejo do rei de fazer com que Daniel fosse o número dois, não estava deixando muitas pessoas felizes. Alguns homens decidiram buscar alguma coisa errada na vida de Daniel, mas a bíblia nos mostra que:

4. Daniel estava estabelecido. Achar algo de errado na vida de dele não era nenhuma tarefa fácil para os invejosos. É difícil encontrar sujeira quando estamos lidando com um homem de integridade impecável, como Daniel. Como não havia nada de errado com ele, os invejosos armaram um plano para o prenderem numa armadilha com a sua própria fé. Eles estavam contando com o fato de que Daniel não desistiria de sua vida de oração. E estavam certos. Então, quando Daniel descobriu que seria fora da lei orar para qualquer outro Deus que não fosse Dario, o que ele faz? Ele abriu sua janela, como sempre fez, e orou. Agora, eu gostaria de te fazer uma pergunta importante:

5. Por que Daniel não simplesmente fechou a janela? O que haveria de errado em ser um pouco mais discreto? “Continue orando, mas não faça alarde disso!” Mas Daniel deve ter pensado: “Se o rei pode descobrir de qualquer maneira, por que mudar? Por que fazer concessões?”. Seja ousado em relação ao que você acredita. O texto nos mostra que, quando Daniel abriu a janela para orar, ele estava demonstrando um coração aberto e humilde diante de Deus. Ele demonstrou um desejo maior de honrar ao Deus infinito do que honrar ao homem finito. Daniel nos dá o grande exemplo de que:

6. As pessoas de Deus continuam orando, não importa o que aconteça. Não importam quais sejam as circunstâncias ou as impossibilidades, o povo de Deus continua orando sempre. Então:

7. Uma vez que Daniel nos dá o exemplo de orar, não importam as circunstâncias, falarei sobre três motivos pelos quais devemos continuar orando: 

-01- A primeira razão para continuarmos a orar é a condescendência

No livro de 1 Samuel, descobrimos que a falta de oração é pecado:

(1 Samuel 12:23) E quanto a mim, longe de mim que eu peque contra o Senhor, deixando de orar por vós; antes vos ensinarei o caminho bom e direito.

Samuel acredita que não orar era pecado. A oração é tão essencial em nossas vidas que deixar de fazê-la é pecado. Jesus nos deu o exemplo supremo de alguém que orava. Ele tinha um padrão regular de abstinência de suas atividades diárias para se retirar para orar. Algumas vezes, era bem cedo pela manhã. Outras vezes, era durante todo o dia. Com Jesus, aprendemos que nunca devemos deixar de orar:

(1 Tessalonicenses 5:16-18) Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo jesus para convosco.

Será que estamos conseguindo obedecer a esses mandamentos em todo o tempo? Creio que tais mandamentos falam do estado de nossas mentes. Precisamos tomar posse de uma atitude que reconhece a dependência de Deus. Precisamos constantemente perceber e desejar a presença do Senhor. Ao fazermos isso, nunca deixamos de orar.

Outra coisa muito importante sobre a oração, é que se torna muito difícil para o homem tropeçar, quando está de joelhos. Quando não estamos orando, por efeito, estamos deixando a porta aberta para todos os tipos de pecado. Creio que isso era algo que Daniel entendia. Ele precisava dessa ordem em sua vida, então, quando foi chamado a fazer concessões, ele preferiu a disciplina da oração. Ele demonstrou que era melhor honrar a Deus do que aos homens.

-02- A segunda razão para continuarmos a orar é o companheirismo.

Quando você se casa, você quer passar horas com o seu cônjuge sem ser incomodado. Você apenas quer estar na presença dessa pessoa. Do mesmo modo, Deus quer ser o primeiro em nossas vidas. Se realmente o amarmos, desejaremos que a comunicação íntima e pessoal com ele esteja disponível a nós. Gostamos de falar com o Senhor, e gostamos ainda mais de ouvi-lo.

Quero falar um pouco sobre o casamento, porque há uma correlação que preciso fazer. Deus insiste que o casamento seja um compromisso para a vida toda. Quando nos casamos, fazemos votos; votos que nos obrigam a perseverar. Se Deus não tivesse projetado as coisas dessa forma, provavelmente não nos manteríamos firmes durante as tempestades e perseverantes em meio à dor. Mas quando você persevera, você aprende a perdoar, aprende a se arrepender, aprende a servir em vez de ser servido, aprende a tolerar as fraquezas das pessoas. Às vezes, você até passa por coisas difíceis, mas elas servem para te fazer chegar às coisas boas.

Os relacionamentos que perseveram experimentam coisas boas. Isso é fácil? É claro que não. Vale a pena? É óbvio que sim. É por isso que precisamos perseverar na oração. Perseveramos para experimentar as coisas boas. Foi isso o que Daniel fez, escolhendo o amor à vida. Ele escolheu o amor a Deus à sua própria vida. E você sabe o que aconteceu?

Quando os acusadores de Daniel se apresentaram diante de Dario, o rei tentou livrá-lo durante um dia inteiro, mas não conseguiu. Daniel foi levado à cova dos leões, onde uma pedra foi colocada, selando o seu destino. Mas o Senhor Deus fechou a boca dos leões, e Daniel experimentou as coisas boas, por ter perseverado em oração. Ele experimentou o poder e a graça de Deus. Ele experimentou as coisas que são dignas de que esperemos.

-03- A terceira  razão  para continuarmos orando é  o  cuidado.

Por muitas vezes temos que parar nossas atividades, nos sentando para orar. Podemos acabar tendo a percepção de que a oração é uma atividade passiva. Mas essa é uma percepção equivocada, porque a oração é atividade, e não inatividade. Na verdade, a oração é um ministério agressivo e ativo. É a nossa primeira linha de ataque, e não a última.  E não apenas isso: a oração é a demonstração de amor por uma pessoa. Se você ama alguém, a melhor coisa que você pode fazer por essa pessoa é orar.

Deixe-me te encorajar com essa simples exortação: fale com Deus. Deixe de lado todas as formalidades e apenas fale com Ele. Continue orando em todas as situações, mesmo quando você se sente desencorajado ou devastado. Continue orando mesmo quando parecer que as suas orações não estão chegando nem ao teto. Continue orando mesmo quando você sentir que a sua fé está fraca. Continue orando mesmo que você queira desistir. Continue orando mesmo quando parecer que Deus não está ouvindo. Não pare! Faça pressão! Ore até que algo aconteça!

Você não precisa continuar orando porque Deus tem algum problema de audição. Você não precisa continuar orando porque tem que “encher a paciência” de Deus com as suas orações. Você não tem que continuar orando porque Deus não quer te responder. Nós oramos porque Ele ama ouvir os seus filhos. Continuamos persistindo em orações, porque elas carregam um peso diante de Deus. O Senhor deseja ser movido pelas nossas orações!

Por isso, não desconsidere o peso das suas orações, porque a oração divide mares e rios, faz com que pedras se tornem fontes de águas, apaga chamas de fogo, desarma víboras para o curso da lua, e faz com que o sol se detenha em seu lugar, explode portas de ferro, vence os maiores demônios e faz com que os anjos dos céus desçam para a terra, além de colocar uma focinheira nos leões mais famintos! Povo de Deus, continue orando, não importa o que aconteça! Porque, quando não oramos, perdemos a perspectiva e abrimos as nossas vidas para o pecado.

Então, se alegre sempre e ore sem cessar, dando graças em todas as circunstâncias. A oração demonstra a nossa comunhão e amizade com o Senhor, e faz com que experimentemos as coisas boas. Precisamos continuar orando, porque a oração demonstra o amor que temos uns para com os outros. Continue orando até ver algo acontecer, faça pressão e veja a mão de Deus trabalhando. Amém.

Autor e fonte: Pr. Marcus Gregório

{ 0 Comentários... Ir para Caixa de Comentários }

Deixe seu comentário

 
MEFIBOSETE ESBOÇOS © 2012 | Template By Jasriman Sukri